Pessoas que me prestigiam!!!

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Num Click, Nós e Eles


Então acordamos bem cedo, e mesmo cansados do passeio do dia anterior, estávamos dispostos a enfrentar os sete quilômetros, somente de ida, até chegar a famosa cachoeira do Sossego! Pegamos o carro e o deixamos fora da cidade e seguimos viagem a pé...novamente Gera, Marcio e Eu. Dessa vez sob os cuidados do Guia Marcos! Partimos então por uma trilha que é até bem tranquila, fizeram um calçamento de pedras onde se pode andar com segurança e conforto, de repente a primeira subida, nada de tão assustador. Passamos pelo ponto de apoio e alguns metros depois a coisa começa a se complicar; pedras gigantescas pelo caminho, subidas e descidas que vão tornando a viagem dificultosa e cansativa! Logo Marcos o guia sutilmente nos deixa claro que se por um acaso no meio da viagem entre dez pessoas um decidir que não quer seguir em frente, todos têm que voltar! Ele sendo responsável não podem deixar ninguém esperando no caminho e nem a pessoa retornar sozinha! A medida que subíamos, o trajeto ia se tornado mais e mais tenso, à beira de um rio muitas vezes tivemos que nos equilibrar pra não cair nas crateras entre pedras!
Nada daquilo nos desanimava, até porque nosso amigo Marcio sonhava por aquele passeio há meses e nós não queríamos decepcioná-lo! Também queríamos afinal é prazeroso vencer nossos limites! Então saltávamos sobre as pedras, como dois jovens de meia idade ou de idade e meia como queira. Muitas paradinhas pra tirar fotos e aliviar o cansaço das nossa belas pernas. Marcio e Marcos como jovens que são, seguiam à frente como alpinistas experientes e de vez em quando esperavam por nós. Vez ou outras tiravam uma onda conosco pra descontrair, deixa eles só o tempo dirá! Rsrsrs. De repente em meio ao sol escaldante que deixa as pedras infernais de quentes, um pequena fio de água impressionantemente gelada; matamos a sede, enchemos as garrafas e sebo nas canelas! Finalmente chegamos a cachoeira que um dia fora deslumbrante. Hoje por causa da degradação da natureza, ainda é um lugar bonito, mais com risco de desaparecer! Ficamos ali por algumas horas, lanchamos, descansamos e tiramos muitas fotos, e durante aquele tempinho observamos uma casal, muitos simpático, dessas pessoas cativantes, que te conquistam sem dizer uma única palavra. Aqueles dois eram bem assim! Algum tempo depois pegamos a trilha de volta e no meio do caminho acompanhamos um pequeno grupo de pessoas, e adivinhem quem estavam no meio deles? O próprio casal!! Percebemos que além de simpáticos e lindo eles também eram eloquentes e expansivos, de cara já vi ele metendo o pau no PT, entre uma conversa e outra eu meti o pau no funk, e eles de cara concordaram comigo!
Ganharam uns pontos, eles decidiram descansar um pouquinho e nós seguimos em frente! Algum tempo depois decidimos descansar e dessa vez foram eles que nos acompanharam. Então começamos uma caminhada juntos e bem agradável; fui ensinar para ela uma técnica que aprendi nas aulas de teatro, e ele sai com essa. “Já falei que da próxima vez em vou me casar com um travesti”. Não sei se foi impressão minha ou ele me chamou de travesti, mas enfim. Deixa pra lá rsrsrs. Chegamos em Ribeirão do Meio, um tipo de oásis de águas deliciosamente frias, no meio daquela seca toda. Começamos a conversar ainda com certo receio, até que Antônio nos disse que em toda viagem sempre faziam amizade como casais gays. Foi a deixa pra Gera nos apresentar como casal e pronto num piscar de olhas estávamos trocando figurinhas como velhos amigos!
Foi uma agradável surpresa, confirmando que eles eram lindos, simpáticos, eloquentes, e descolados! Adorooooo!!! E nós que já estávamos na companhia agradabilíssima do nosso amigo, lindo, descolado, o super gato Marcio! Falar desse cara é chover no molhado, só posso dizer que é uma pessoa das mais bonitas que conheço, não apenas um cara bonito mas também inteligente, educado! Uma pessoa muito agradável de se conviver! Como nada é perfeito o Marcio é heterossexual, mas tudo bem. Também não tenho preconceitos com ele! Rsrs E de repente num passe de mágica, estávamos fazendo amizade com a gatíssima Aline e seu marido o não menos gato Antônio! Estávamos nos sentindo né?
Em meio ao papo descontraído e agradável, Aline propõe que fossemos juntos para a Cachoeira do Mosquito, nem pensamos duas vezes pra dizer sim. A noite jantamos juntos uma comida deliciosa no simpático restaurante NAMORANGA indicado por eles no centro de Lençóis e no dia seguinte no horário combinado estávamos na pousada buscando Antônio e Aline. Se eu fosse contar aqui a aventura que foi essa viajem o texto se alongaria demais. Então só posso concluir dizendo que conhecer esse casal carioca incrível, foi “a cereja do bolo” que aconteceu nessa viagem! Ficamos amigos trocamos e-mails, zap e temos possibilidades de visita-los no Rio de Janeiro e vice-versa, estão convidadíssimos pra conhecer nosso humilde “cafofo”! Gratidão a Marcio Marques, Gera Souza ao casal Antônio e Aline e ao “guia Marcos”!            
 Texto: Dih Melo Sobre o nosso passeio à "Chapada Diamantina".