Pessoas que me prestigiam!!!

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Feliz Dia dos Avós



Feliz Dia dos Avós !!!!

Como eu só tive uma única vovó, então vai a minha lembrança!!!
Lembro-me de minha "vó Chica" de Francisca, desde pequeno...pois fui criado por ela durante uma boa parte de minha infância, enquanto minha mãe trabalhava!
Então, posso dizer que fui muito ligado à ela; tanto é que eu demorei muitos anos pra chamar minha mãe de "MÃE"! Eu chamava minha mãe pelo nome dela "Dina"...acho que comecei a chamar minha mãe de mãe, lá na puberdade, aos 11 anos...
Bom, depois que cresci, fiquei sabendo pela minha mãe, que minha vó, tinha preferência pelo meu irmão, que era "pretinho" e eu era chamado de "o branquinho" da familia...
É claro que eu não gostei de saber dessa história, mas pelo sim, pelo não, nunca consegui "não gostar" de minha vó Chica. Tinha por ela um misto de admiração e de compaixão, pela história da vida dela!

Filha de índios, foi uma lutadora, ativa, forte, de temperamento rude e muito exigente, contrastando com a figura dócil de meu avô João; que eu não conheci...
Pelo que sei, foi minha vó que criou e educou os filhos praticamente sozinha, pois meu avô faleceu cedo.

O certo é que eu me lembro dela já em idade avançada, necessitada das ajudas dos filhos e dos netos. Mas ela sempre foi consciente, conversando e contando "causos" dos velhos tempos. Foi por intermédio dela, por exemplo, que eu fiquei sabendo detalhes, até mesmo físicos do meu pai; já que minha mãe nunca falava sobre ele!
Como saí de casa cedo, só via minha vó em ocasiões específicas, quando as adversidades da vida, me lembravam que eu tinha uma família e eu voltava para perto dela, que sempre demonstrava carinho por mim.
Já adulto, ouvi várias vezes ela me elogiar, dizendo que eu era um dos poucos netos que lhe dava atenção, Na verdade fazíamos uma troca. Compartilhávamos solidão, ela era solitária dentro de sua própria casa e eu era solitário, solto no mundo...
Foi assim que quis o destino que eu estivesse ao seu lado, nos últimos momentos de sua vida.
Ela fez uma passagem tranquila e suave, como me dizendo um até breve! 
E é essa imagem serena de descanso que eu guardo dentro de mim.
Vó eu sei que você é uma luz que me guia daí de onde você está!
Pra você o meu eterno carinho e afeto!!!


::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

EM PAZ




Levantei hoje com uma sensação diferente, mais leve, mais relaxado, mais solto...
Logo os primeiros pensamentos foram de agradecimento e comecei a agradecer por tudo e por todos...
Na medida em que ia me lembrando, nomeava cada pessoa, cada fato ou situação e agradecia...
Fiz questão de não pedir nada, por mais que a mente me forçasse a fazer isso!
Só tinha gratidão e foi o que eu fiz... AGRADECER!
Logo em seguida veio o desejo de perdoar, PERDOAR tudo!
Perdoar-me pelos meus erros, perdoar pessoas que eu ofendi e pessoas que me ofenderam...
Nesse momento fiz uma profunda reflexão e um inevitável flashback se abriu em minha mente... Lembrei-me dos detalhes e das situações sem nenhum trauma, rancor, pesar ou dor! Apenas senti que são experiências e vivências que nos moldam, lapidam e amadurecem!
Não me sinto em debito ou em dívida com nada nem com ninguém.
Eu vivi o que tinha pra viver, muitas vezes sofri, mas muito mais vezes eu me surpreendi com o que eu recebi das pessoas.

E o que eu recebi me fez chegar até aqui... Do jeito e da forma como eu sou!!!