Pessoas que me prestigiam!!!

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Um até breve!!!!

Resolvi compartilhar o que está acontecendo no momento em minha vida. Alguns já sabem que estou com 52 anos! Há 02 anos, assumi o risco de mudar radicalmente de vida, saindo de São Paulo e vindo para Indaiatuba (no interior). Continuei trabalhando na mesma área, a hotelaria. Sai da loucura da metrópole em busca da tranquilidade do interior; no começo era exatamente o que eu imaginava. Cidade pacata, ruas retas, calmas e tranquilas; povo educado que te cumprimenta na rua; transito sem semáforos nas ruas; comercio que fecha na hora do almoço e por ai vai...
Voltei pra faculdade, comecei a fazer R.H. e a vida seguia seu ritmo...

Pouco a pouco, o encantamento inicial foi diminuindo. A medida que os meses foram passando, percebi uma certa dissimulação por parte dos colegas de trabalho. Tirei de letra, afinal percebia que meu gerente confiava no meu trabalho, mesmo sem ele nunca ter me elogiado, nem dado nenhum feedback! Fiz o impossível pra conquistar a confiança de todos, em vão! Constatei que o povo do interior, com seu jeitinho de que está tudo bem, esconde a verdade. Se fazem de sonsos! Como meu objetivo sempre foi claro, todos sabiam que eu tinha vindo da cidade grande para galgar um cargo melhor.
O projeto inicial do Hotel era a construção de outro muito maior, com o dobro de quartos. A concorrência ocorria de forma velada. Pela frente ninguém admitia que queria a vaga, mas nos bastidores, cascavel engolia jararaca! 
De minha parte, trabalhei duro, não faltava nenhum dia, fazia extras sempre que a empresa necessitava, me colocava á disposição até para fazer outras atividades gratuitamente.
Não adiantou. A coisa começou a ficar clara; quando meu gerente contratou uma pessoa de fora, para um cargo que ainda nem existia. Essa pessoa entrou mandando e desmandando, sem conquistar ninguém e provocando antipatia de todos! Não bati de frente, fiquei na minha! Até o dia em que o dito cujo resolveu me enquadrar, impondo regras absurdas e quem não as executasse seria penalizado!
Fui reclamar com meu gerente, que não sei porque cargas d'água, disse-me que eu estava querendo ser mandado embora. E pior, se eu quisesse sair, teria que pedir demissão, pois ele, não iria me mandar embora! Achei um absurdo e tentei argumentar. A partir daquele dia, tudo mudou para o meu lado. Nem bom dia meu gerente me dava mais! O clima era péssimo. A falta de postura ética dele, aliada a inexperiência e com pinceladas de arrogância, o tornaram um ditador patético e idiota!
O ápice aconteceu quando eu fui falar com ele sobre o "bônus de incentivo" que ele mesmo havia prometido, meses antes. Na minha cara, disse-me que eu só exigia da empresa e não fazia por onde demonstrar minhas habilidades e consequentemente ganhar pelo meu desempenho! Retruquei e abri o verbo. Falei que o problema do hotel era ele, etc... Ele quis me dar uma advertência e  eu não aceitei, pedi a presença do dono do hotel. No dia seguinte conversei pessoalmente e sozinho com o dono do hotel, que nem se deu ao trabalho de me ouvir. De cara, me disse que confiava plenamente no profissionalismo do gerente e que deveria reconhecer que estava errado! NÃO ACEITEI E FUI DEMITIDO
da forma mais bisonha possível, sendo alegado o motivo de que tinha opinião divergente do gerente! Recebi todos os meus direitos, mas confesso que fiquei extremamente decepcionado. Pra não falar revoltado! Bom, depois de ouvir algumas pessoas próximas, entendi que não era pra ser aqui neste momento, nesta cidade, neste espaço de tempo! A vida continua. Sigo meu caminho e vou em frente! Decidi que não ficarei mais aqui em Indaiatuba. Não sei para onde ir, só sei que vou tirar alguns dias pra "observar melhor os sinais", como diz um amigo do sul! Então me ausentarei alguns dias daqui do blogsville... não estarei conectado, mas entrarei eventualmente quando tiver oportunidade. Vou ficar alguns dias na minha terrinha querida, rever parentes e amigos distantes... sei que dias melhores virão! Grande beijo a todos e até breve!